(13) 3500-8775 / (13) 991529292 contato@institutobaruc.com.br

Curso de Formação de Facilitadores em Processos Circulares

Estudantes e profissionais das áreas de educação, humanas, social e jurídica.

Datas

26 E 28 DE JANEIRO, 02,04,09,11,16 e 18 DE FEVEREIRO DE 2022

Etapa de estágio supervisionado

Realização de quatro círculos de relacionamento, no período de 01 (um) ano.

Quórum máximo

25 alunos

Local

CURSO ESPECIAL POR VÍDEO CONFERENCIA / Google Meet.

Investimento

Investimento: R$ 790,00
taxa de matricula R$ 120,00

parcelamento ate 12 x no cartão de credito
*consulte condições

R$120,00

R$790,00

Objetivo do curso

O curso tem como propósito desenvolver nos participantes habilidades restaurativas e de construção de um olhar mais ampliado e pacificador ante as demandas conflitivas apresentadas em nossa hodierna sociedade. Serão abordados no curso o arcabouço teórico-metodológico atinente ao tema, além da vivência em práticas restaurativas. Ademais, serão apresentados os princípios e valores fundamentais nos processos circulares em uma abordagem transformativa e restaurativa, bem como, os elementos estruturais necessários ao planejamento e à condução de círculos, tendo como principal ferramenta didática a vivência do processo circular. Por fim, esse curso tem como intuito a sensibilização de lideranças para atuarem como facilitadores, utilizando os processos circulares em espaços institucionais, comunitários e acadêmicos, com vistas à transformação de conflitos.

Conteúdo programático

-Introdução aos processos circulares;
-Conceitos;
– Princípios;
– Fundamentos e valores ;
– O papel do facilitador
– Elementos estruturais do círculo de construção de paz ;
– A Roda da Medicina e os tipos de círculos;
– Elaboração de Roteiros e,
– Processos circulares na prática.

CARGA HORÁRIA 25h00

Laryssa Angelica Copack Muniz

Pós graduação em justiça restaurativa | Instituto Baruc

Bacharel em Direito pela UEPG – Universidade Estadual de Ponta Grossa – Paraná, especialista em Direito Processual pela Universidade Tuiuti do Paraná – 2003; Mestre em Direito Constitucional pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná – 2004; Facilitadora em Círculos de Construção de Paz pela AJURIS – Associação dos Juízes do Rio Grande do Sul – 2014; instrutora do Curso de Formação de Facilitadores em Justiça Restaurativa pelo Tribunal de Justiça do Estado do Paraná – 2017; Juíza de Direito do Tribunal de Justiça do Estado do Paraná, onde atua como Juíza Titular da 1ª Vara Criminal da Comarca de Ponta Grossa, bem como Juíza Coordenadora do CEJUSC – Centro Judiciário de Soluções de Conflitos e Cidadania da Comarca de Ponta Grossa (desde 2016). É coordenadora estadual do Comitê de Justiça Restaurativ do Tribunal de Justiça do Estado do Paraná . Instrutora da disciplina Justiça Restaurativa no Módulo Nacional da Formação Inicial de Juízes ENFAM – Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento da Magistratura / Superior Tribunal de Justiça (desde 2017). Membro do Comissão que elaborou a minuta da Resolução 225/2016 (que trata do tema Justiça Restaurativa) junto ao CNJ / Conselho Nacional de Justiça

Mariana Pisacco Cordeiro


Especialista em Conciliação, Mediação e Arbitragem (2017), pela Uniasselvi. Graduada em Direito (2005), pela Universidade Estadual de Ponta Grossa. Instrutora de cursos de Conciliação e Mediação Judicial, desde 2014, pelo Tribunal de Justiça do Paraná, com formação pelo Conselho Nacional de Justiça. Instrutora de cursos de formação em Justiça Restaurativa – Círculos de Construção de Paz, pelo Tribunal de Justiça do Paraná, desde 2015, capacitada pelo TJPR e pela AJURIS – Escola Superior da Magistratura do Rio Grande do Sul, em curso de Formação de Instrutores ministrado por Kay Pranis (2018). Formação em Comunicação Não Violenta. Coordenadora de Conferência de Grupos Familiares. Tutora em cursos pela ENFAM e EJUD/TJPR. Mediadora familiar, pelo IMAP – Instituto de Mediação e Arbitragem de Portugal. Gestora Administrativa do CEJUSC Ponta Grossa, de 2014. Membro da Comissão de Justiça Restaurativa do Tribunal de Justiça do Paraná, 2014-2018. Membro do Comitê Gestor de Mediação Judicial e Justiça Restaurativa do TJPR, desde 2019